Realização

 

 

Apoio

Com amplo espectro de aplicações, as embalagens metálicas vêm apresentando vários desenvolvimentos tecnológicos, como a introdução de novos materiais, novos processos de fabricação e novos sistemas de envernizamento, de modo a atender aos requisitos de qualidade e a globalização do mercado.

Como resultado da sua tecnologia de produção bem fundamentada e destacado desempenho em relação à proteção dos produtos acondicionados, além do potencial para reciclabilidade infinita, contribuindo para a economia circular, ocupa um importante lugar no acondicionamento de alimentos e bebidas. No entanto, para que suas características positivas sejam totalmente aproveitadas, é necessário o aprofundamento do conhecimento dos fatores que influenciam as possíveis interações entre a embalagem e os produtos acondicionados e com o meio externo, seja para fins de desenvolvimento de materiais e produtos, seja para diagnóstico e busca de soluções para eventuais falhas precoces. 

A 11ª edição do curso Interações em Embalagens Metálicas para Alimentos e Bebidas está estruturada de forma a abordar a base teórica dos processos de produção das embalagens, as reações decorrentes da sua interação com os alimentos e bebidas e com o meio ambiente e as consequências destas interações na estabilidade dos produtos, além dos aspectos legais e toxicológicos relacionados.

Além disso, a 11ª edição do curso traz como inovação a introdução de uma oficina para discussão dos conceitos apresentados nas palestras por meio da análise de exemplos de interação embalagem/produto, com acompanhamento dos pesquisadores do CETEA.

Público: Profissionais usuários de latas (produtores de alimentos e bebidas), fabricantes de materiais, fabricantes de embalagens e de insumos e do meio acadêmico.

Patrocínio